quinta-feira, 3 de agosto de 2006

Um Pedaço do Escuro




Escuro. Meu corpo colado no dela numa dança cega. Acho sua orelha com uma leve mordida. Gemido. Minhas mãos tocando seus pêlos, minha boca procurando seus seios. Sinto que ela sorri, mas dos seus olhos não sei nada. Estão fechados ou abertos fitando a noite do quarto? Não sei. Na verdade não importa, só quero estar dentro dela... Encher o quarto de nós dois.

5 comentários:

Raul disse...

Excitante...

Samara disse...

Intenso...

tainah disse...

profundo...

Tainah disse...

... e instigante!

Alves disse...

E feito pra minha esposa, Vera...
Hummmmmmmm