terça-feira, 19 de setembro de 2006

SAMBA RASO

Se preciso for
Transformo o real em fantasia
Pra anunciar o dia
Que eu deixar de te amar

Se preciso for
Vou quebrar a simetria
Pra ser só o que eu queria
Ser só eu neste lugar

Se preciso for
Transformo dor em poesia
Pra matar a nostalgia
Que me faz sempre voltar

2 comentários:

Raul disse...

Se preciso for eu troco as cordas de aço do meu violão por cordas de nylon só pra fazer esse samba! Demais!

Paula Ribeiro disse...

Lindo o Samba raso!

Para o Raul: que bom que o blog é útil, rs.

Beijos