quinta-feira, 26 de abril de 2007

PEDRA BRANCA

Hoje, escutando Itamarandiba, me lembrei que há um tempo atrás tinha escrito esta letra aí. Deu vontade de postar e então...

Pedra Branca

Pedra de amolar
Pedra de jogar
Pedra de tocar
O meu coração
Para outro lugar, muito além de lá
Pedra Branca

Triste é o meu olhar
Ao te ver passar
Seus cabelos pretos, muito além de lá
Pedra branca

Céu azul passou por mim
E nem sei se sorri
Só sei de você, nos meus olhos pretos
Muito além de lá
Pedra Branca

7 comentários:

Raul disse...

Essas letras cheias de "mineiridade" me dão uma vontade lascada de fazer música...

Bela letra, velho.

Fernanda disse...

Linda! A primeira estrofe me lembrou Arnaldo Antunes.

valeu moços!

Sam disse...

adorei, tem todo uma musicalidade msm.

Liliane Pelegrini disse...

Alves compositor? Que luxo! Adorei. Hoje também revirei o baú, mas, ao contrário de você, não tireo nenhuma pérola. Beijos!

Alves disse...

Ah... Quié isso Lili!? Vc só deve ter tesouros guardados no seu baú!
Valeu!!

Sheilinha disse...

Legal descobrir as múltiplas especialidades artísticas de nossos amigos! Alves, se procurar você vai achar mais um monte de dons heim!Muito boa a letra!

Pedro Afonso disse...

Legal!
Sou de Itamarandiba.